Ads Top

Tempo de estar calado e de falar


Eclesiastes 3.7
- Introdução: Quando precisamos desabafar é difícil ficar calado, mas o silêncio muitas vezes é a melhor resposta.


1- Tempo Humano de calar e de falar

Dificilmente encontramos uma pessoa que saiba guardar silêncio.
- Calar no tempo humano: conter as palavras é um sinal de sabedoria (Provérbios 17.28) e autocontrole (Tiago 3.2).
- Falar no tempo humano: diante da injustiça, da falsidade e da mentira não conseguimos nos calar (Isaías 62.1).
A “língua mata”, pois é responsável por guerras e muitos conflitos na humanidade (Tiago 3.6).

2- Tempo Divino de calar e de falar

Um ditado popular diz que: “quem cala consente”, mas será que isso é verdade?
- Calar no tempo Divino: Jesus foi acusado, mas escolheu ficar calado (Mateus 27.12-14), mas não consentiu. Precisamos fazer um voto de silêncio com Deus em oração (Lamentações 3.26-29).
- Falar no tempo Divino: aprender a temperar as palavras “com sal” (Colossenses 4.6), falando a “verdade em amor” (Efésios 4.15) e anunciando a Palavra de Deus (Isaías 51.16) e seu louvor (Salmos 51.15).
Deus ouve todas as nossas palavras e até mesmo nossos pensamentos (Salmos 139.4).

Conclusão

Precisamos fazer sempre a oração do Salmo 141.3: “Põe guarda, SENHOR, à minha boca; vigia a porta dos meus lábios”, para não pecar contra Deus e nosso próximo (Jó 2.10).

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.