Deus diante da maldade humana

Naum 1.1-7
Introdução: O profeta Naum anunciou a destruição de Nínive, capital do império assírio, declarando a justiça Divina (Naum 1.2). Mas no versículo 7 deixa bem claro que diante da maldade humana, Deus continua sendo:

1- O Senhor é Bom

A maldade dos assírios nas guerras era marcada por requinte de crueldade contra pessoas inocentes como crianças, idosos, enfermos e mulheres. Então Naum avisa o juízo de Deus contra eles, mas deixa a promessa de que o Senhor é bom para seus filhos.

2- Deus é Fortaleza no dia da angústia

A cidade de Nínive, capital da Assíria, era um grandiosa e fortificada com muralhas altas, um fosso profundo ao redor da cidade e ainda uma cortina de couro protegendo contra flechas. Mas aquela grandiosa cidade seria destruída e não ficaria nada de pé. Por isso Naum declara que o único refúgio seguro é na presença de Deus (Salmos 91.1).

3- Deus conhece os que Nele se refugiam

Os soldados assírios lutavam com capacetes e armaduras de forma que o exército era temido e não sabiam quem estava lutando. Mas Naum diz que Deus conhece a todos e a proteção real deve ser na presença do Senhor.

Conclusão

Diante de todas as más notícias, Deus tem uma boa notícia: de que o Senhor é bom, nos protege como uma fortaleza e conhece todos os que buscam seu auxílio.
Rev. Welfany Nolasco Rodrigues

Pastor Metodista. 44 anos. Casado com Ássima, pai de Heitor e Hadassa. Natural de Muriaé MG. Bacharel em Teologia pela UMESP.

Faça um comentário, mas só podemos publicar se identificar.

Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem

promoção de livros devocional diário