Ads Top

O que não é a Cruz?

“Eu, porém, irmãos, se ainda prego a circuncisão, por que continuo sendo perseguido? Logo, está desfeito o escândalo da cruz” Gálatas 5.11
- Introdução: Distorções sobre a cruz desfazem seu sentido. O que a cruz não é:

1- A cruz não é um ORNAMENTO:

Gálatas 3.13 “Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se ele próprio maldição em nosso lugar (porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado em madeiro) ’. ”
A cruz não é um enfeite apenas para embelezar o ambiente. Seu significado nos lembra o perdão dos nossos pecados através do sacrifício de Jesus (Hebreus 12.2).

2- A cruz não é um objeto de VENERAÇÃO:

Gálatas 6.12 “todos os que querem ostentar-se na carne, esses vos constrangem a vos circuncidardes, somente para não serem perseguidos por causa da cruz de Cristo”.
A cruz não deve ser adorada como um objeto de culto, com orações e louvores destinados a ela, pois Jesus não está na cruz. Quando olhamos para uma cruz devemos lembrar de nossos pecados que Jesus levou sobre ela (I Pedro 2.24).

3- A cruz não é MÍSTICA:

Gálatas 6.14 “Mas longe esteja de mim gloriar-me, senão na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim, e eu, para o mundo”.
A cruz não é um amuleto. Não existe poder algum sobre a cruz como objeto. O verdadeiro poder da cruz é reconhecer que Jesus morreu por nós e arrepender dos pecados.

-Conclusão: Não se engane a respeito da cruz pensando que seja apenas um ornamento, um objeto de veneração ou como algo místico. A cruz representa o evangelho, o sacrifício de Cristo por nós.



© AUTOR: Pr. Welfany Nolasco Rodrigues

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.