O livro selado e o livro desvelado

Daniel 12.4 e Apocalipse 22.10

Introdução: A revelação de Deus por um tempo esteve selada e agora será aberta para todos. Dois períodos da revelação:

1- O livro selado

Daniel 12.4 “Tu, porém, Daniel, encerra as palavras e sela o livro, até ao tempo do fim; muitos o esquadrinharão, e o saber se multiplicará”.

O livro de Daniel também é um texto apocalíptico. A revelação dada ao profeta Daniel deveria ser selada para ser entendida num tempo distante. Muitas coisas ditas pelo profeta Daniel só puderam ser entendidas quando Jesus revelou.
O livro selado não pode ser lido a não ser pelo destinatário (Isaías 29.11). Somente quem é digno pode abrir o livro (Apocalipse 5.2). Enquanto Jesus não se manifestou, a revelação estava guardada para ser mostrada por Cristo.

2- O livro desvelado

Apocalipse 22.10 “Então me disse: Não sele as palavras da profecia deste livro, pois o tempo está próximo”.

Apocalipse significa revelação (Apocalipse 1.1). O livro traz revelações sobre os mistérios de Deus para a humanidade (Colossenses 1.26).
Os sete selos que lacravam o livro foram abertos pelo Cordeiro de Deus (Apocalipse 5.5 e 9). A cada selo que se abre, revelação é aberta, desvelada ou mostrada para os servos de Deus.
A revelação do Apocalipse foi enviada para as igrejas mostrando os propósitos de Deus para estas comunidades de fé (Apocalipse 1.11), bem como para toda a humanidade em todas as épocas (Apocalipse 1.19).

Conclusão

Interessante que nos últimos capítulos dos livros de Daniel e do Apocalipse traz esta mensagem se o livro deveria ser selado ou aberto. Hoje, o próprio apocalipse de Daniel se torna revelado porque chegou o tempo do cumprimento das profecias.
Rev. Welfany Nolasco Rodrigues

Pastor Metodista. 44 anos. Casado com Ássima, pai de Heitor e Hadassa. Natural de Muriaé MG. Bacharel em Teologia pela UMESP.

Faça um comentário, mas só podemos publicar se identificar.

Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem

promoção de livros devocional diário