Escolhendo o melhor exemplo

2Reis 18.1-3
Introdução: O rei Ezequias tinha em sua família dois tipos de exemplo, do péssimo ao melhor. 

Qual exemplo você tem seguido?


1- O péssimo exemplo: v.1 “filho de Acaz”.

A primeira citação sobre Ezequias mostra quem era seu pai, o perverso rei Acaz. Este homem foi tão mal que não foi considerado digno de ser sepultado com os reis de Israel (2Crônicas 28.27). Acaz cometeu abominações e crimes terríveis afastando-se do Deus de Israel (2Crônicas 28.22-25).
Ezequias quando reinou não quis seguir o exemplo de seu pai, mas pelo contrário removeu toda idolatria instituída por seu pai (2Reis 18.4).
Como Ezequias que tinha tudo para seguir as práticas de seu pai, também precisamos deixar de olhar os maus exemplos.

2- O melhor exemplo: v.3 “filho de Davi”.

Ezequias ficou sabendo que um antepassado seu, o rei Davi era um homem que amava a Deus. Por isso escolheu seguir o exemplo de Davi e se tornou um homem que buscava ao Senhor.
Ezequias orava pedindo a Deus proteção por seu povo (2Reis 19.14-19) e recebeu cura e milagres em sua vida (2Reis 20.1-11).
De todos os reis de Israel e Judá nunca houve um homem tão temente a Deus e correto como Ezequias (2Reis 18.5). Isso porque escolheu seguir o melhor exemplo.

Conclusão

Com certeza você tem em sua vida os maus e bons exemplos. Escolha sempre o melhor e você será bem sucedido.
Rev. Welfany Nolasco Rodrigues

Pastor Metodista. 44 anos. Casado com Ássima, pai de Heitor e Hadassa. Natural de Muriaé MG. Bacharel em Teologia pela UMESP.

Faça um comentário, mas só podemos publicar se identificar.

Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem

promoção de livros devocional diário