Ads Top

A restauração da Igreja

II Crônicas 29.1-11
- Introdução: Depois um longo tempo de declínio espiritual, Ezequias renovou a aliança com Deus e seu povo. A primeira coisa que fez foi revitalizar o templo.
Com o exemplo de Ezequias aprendemos algumas coisas para a renovação de uma Igreja:


1- Responsabilidade espiritual: v.2

Ezequias era filho do perverso rei Acaz que foi idólatra (II Crônicas 28.22-25), desviando o povo de Deus. Mesmo assim, Ezequias se manteve íntegro e preferiu buscar a Deus. Isso mostra que a responsabilidade espiritual de cada um é individual e não adianta colocar culpa na denominação, liderança, etc.

2- Abrir as portas da casa de Deus: v. 3

A primeira coisa que Ezequias fez foi abrir e restaurar as portas da Casa de Deus. Sabemos que Jesus é a porta (João 10.9) e que a Igreja precisa estar de portas abertas para a salvação de vidas. De nada adianta uma ‘porta formosa’ se almas não forem alcançadas (Atos 3.2).

3- Acender as lâmpadas: v.7

A consagração dos sacerdotes e levitas foi o terceiro passo dado por Ezequias, que os convocou para santificar-se para Deus (v.4-6). Algo que destaca aqui é que as lâmpadas estavam apagadas e o incenso não era queimado. A Igreja não pode ficar sem a luz da Palavra de Deus (Salmo 119.105) e o incenso das orações (Apocalipse 5.8).

-Conclusão: A Igreja sempre precisa ser renovada na presença de Deus.

© AUTOR: Pr. Welfany Nolasco Rodrigues

Tecnologia do Blogger.