O prisioneiro do Senhor

COMPARTILHE esta Pregação:

“Paulo, prisioneiro de Jesus Cristo...”.
Filemom 1.1
- Introdução: O apóstolo Paulo se apresentava como prisioneiro de Deus. Estava preso por:

1- Preso por AMOR: Filemom 1.9 “Todavia peço-te antes por amor, sendo eu tal como sou, Paulo o velho, e também agora prisioneiro de Jesus Cristo”.
Paulo estava preso e não se preocupava com sua própria liberdade, mas pede o perdão para o escravo Onésimo clamando com amor. O amor de Deus era a força que o sustentava na prisão.

2- Preso por seu TESTEMUNHO: II Timóteo 1.8 “Portanto, não te envergonhes do testemunho de nosso SENHOR, nem de mim, que sou prisioneiro seu; antes participa das aflições do evangelho segundo o poder de Deus”.
Paulo não tinha vergonha de suas algemas e acreditava que estava preso para dar testemunho do evangelho aos soldados (cf: Filipenses 1.13).

3- Preso por uma CAUSA: Efésios 3.1 “Por esta causa eu, Paulo, sou o prisioneiro de Jesus Cristo por vós, os gentios”.
Paulo sabia que sua prisão não era em vão e que estava lutando por uma causa justa pelo Reino de Deus. Sua consciência era tranquila e sentia-se livre no coração.

-Conclusão: A única coisa que pode nos prender é o amor a Deus, o testemunho de vida e a causa que assumimos na obra de Deus.

© AUTOR: Pr. Welfany Nolasco Rodrigues


Pr. Welfany Nolasco Rodrigues Publicado por: Pr. Welfany Nolasco Rodrigues

Pr. Welfany Nolasco Rodrigues. Pastor Metodista e pregador do evangelho. Escritor de esboços e sermões. Formação: Bacharel em Teologia pela UMESP.
Siga: Google+.

Livro:

Livro

Esboços por email

Autor:

Minha foto

Tenho prazer em meditar na Palavra de Deus.
Escrevo textos e reflexões sobre as Escrituras.

Seguidores:

© 2016 Esboços de Pregações. Designed by Bloggertheme9
Powered by Blogger.