Duas forças da Igreja

COMPARTILHE esta Pregação:

Atos 2.42-47 
- Introdução: Com a descida do Espírito Santo, a Igreja recebeu o poder (dynamus). Esta energia impeliu os cristãos a servir a Deus.
Podemos comparar esta ação com as duas direções da força:

1- Força centrípeta: v.42-44
Centrípeta é a força que gira puxando para dentro.
Na Igreja primitiva havia algo que atraía as pessoas a se unirem. Esta força se manifesta através do amor. Quem estava de fora sentia vontade de estar perto. O acolhimento era uma característica daquela comunidade.

2- Força centrífuga: v.45-47
Centrífuga é a força que gira empurrando para fora.
Na Igreja primitiva havia uma força que empurrava as pessoas para sair, doar e evangelizar. Os cristãos estavam em todo lugar. A Igreja não se limitava às quatro paredes de um templo. As perseguições não podiam conter o poder do Espírito Santo na vida dos cristãos.

-Conclusão: A Igreja de Cristo precisa deste poder que atrai vidas, mas que também envia missionários. Sem esta força, as pessoas não vêm e os que estão ficam na inercia.

© AUTOR: Pr. Welfany Nolasco Rodrigues

ASSISTA:




Pr. Welfany Nolasco Rodrigues Publicado por: Pr. Welfany Nolasco Rodrigues

Pr. Welfany Nolasco Rodrigues. Pastor Metodista e pregador do evangelho. Escritor de esboços e sermões. Formação: Bacharel em Teologia pela UMESP.
Siga: Google+.

Livro:

Livro

Esboços por email

Autor:

Minha foto

Tenho prazer em meditar na Palavra de Deus.
Escrevo textos e reflexões sobre as Escrituras.

Seguidores:

© 2016 Esboços de Pregações. Designed by Bloggertheme9
Powered by Blogger.